Termos e Condições 2018-07-12T16:12:53+00:00

BILHETES

  • A conservação do título de transporte até ao final da viagem é obrigatória de acordo com o artigo nº8 do D.L nº 9/2015 de 15 de Janeiro.

  • Todos os passageiros devem apresentar-se 15 minutos antes da partida do autocarro.

  • O título de transporte dá prioridade de embarque para o dia e hora reservados, até 5 minutos antes da hora de partida. 

  • Caso não usufrua do mesmo na data e horário reservado, poderá viajar nos horários seguintes sem remarcação e mediante lugares disponíveis.

  • Os bilhetes têm validade de 2 meses a contar da data de partida.

  • A Get Bus não aceita qualquer tipo de cancelamento ou anulação de títulos de transporte.

  • Crianças de idade igual ou superior a 4 (quatro) anos e inferior a 13 (treze) anos, devem adquirir o meio bilhete (Artº 151 do R.T.A).

  • Crianças de idade inferior a 4 (quatro) anos, podem viajar gratuitamente (Artº 150 do R.T.A) desde que devidamente acompanhadas e não ocupem lugar.

BILHETES ONLINE

  • Em compras efetuadas no website (www.getbus.eu), a apresentação dos bilhetes no ecrã em formato digital [tablet, smartphone ou portátil] é aceite para aceder a bordo das viaturas da Get Bus. Pode também imprimir o bilhete e embarcar diretamente na viatura.

  • O Cliente deverá ter consigo um documento que valide a identificação (nome e/ou número de documento) escrita no seu bilhete, caso o motorista o solicite.

  • Caso não receba o seu bilhete eletrónico, deve contactar-nos através de info@getbus.eu ou +351 253 262 371 descrevendo o sucedido, indicando o seu número de reserva ou os dados que lhe foram solicitados durante a compra, nomeadamente: nome, número de documento de identificação, endereço de email utilizado na compra, origem/destino da viagem.

BAGAGEM 

  • Todo o Cliente é responsável pela sua bagagem, identificando-a com etiqueta apropriada, não sendo da responsabilidade do transportador qualquer dano ou extravio, se a mesma não cumprir o solicitado. Documentos, objetos de valor, computadores, telemóveis, tablets, máquinas ou outros, devem acompanhar o passageiro no habitáculo da viatura, sob sua responsabilidade.

  • Não é permitido o transporte de volumes que, pelo seu peso, dimensões e características não devam ser considerados bagagem pessoal, não possam ser arrumados nas bagageiras inferiores ou comprometam a segurança do veículo (Art.º 16º nº1 do Dec. Lei 399-F/84 de 28 de Dezembro).

  • Não é permitido o transporte em bagagem pessoal de armas de fogo ou qualquer outro tipo de armamento.

  • No interior do veículo apenas será permitido o transporte de pequenos volumes que, pelas suas dimensões, peso e características, possam ser devidamente acondicionados nos locais apropriados e não constituam risco ou incómodo para os passageiros (Art.º 16º nº2 do Dec. Lei 399-F/84 de 28 de Dezembro).

  • Apenas é permitido o transporte de bicicletas dobráveis que estejam devidamente embaladas e acondicionadas na bagageira inferior. Se o peso combinado total (bagagem + bicicleta) for superior a 32kg, poderá ser cobrada uma taxa.

  • Documentos e objetos de valor como por exemplo computadores, telemóveis, máquinas fotográfias, tablets ou outros devem acompanhar o passageiro no habitáculo de veículo. A responsabilidade sobre estes objetos versa inteiramente sobre os seus donos.

ANIMAIS

  • O Transporte de animais de companhia será permitido no habitáculo do veículo se o animal viajar acompanhado, devidamente acondicionado em contentor apropriado e apresentar-se em adequado estado de saúde e de higiene, conforme estipulado na Portaria 968/200. Os animais de companhia não podem, em caso algum, tomar lugar nos bancos dos veículos afetos ao transporte público (Portaria 968/2009, artigo 2.º, alínea 3). Deverá ter em atenção a legislação que regula o transporte de serviço expresso, descrita no DL-399-F de 84, artigo 16º, nº2, ‘no interior do veículo apenas será permitido o transporte de pequenos volumes que pelas suas dimensões, peso e características possam ser devidamente acondicionados nos locais apropriados e não constituam risco ou incómodo para os passageiros’.

EXCLUSÃO DE RESPONSABILIDADE

  • A empresa transportadora não responderá pelos incumprimentos que não lhe sejam diretamente imputáveis, nem pelos produzidos por caso fortuito, força maior ou pelo cumprimento de exigências legais ou administrativas. Do mesmo modo, não se responsabiliza pelas perdas de ligação dos seus serviços com outros transportes, próprios ou de terceiros.